LINHAS DE INVESTIGAÇÃO

C) Povos e Estados: construções e interacções
Luís Moita

Luís Moita

Coordenação

Esta linha tem a vocação de contribuir para a compreensão do papel dos actores internacionais, vistos na sua dimensão dinâmica e evolutiva, na sua génese e no seu multiforme relacionamento.

Ao incluir o termo POVOS quer-se significar a atenção às identidades culturais subjacentes aos próprios processos políticos; ao incluir o termo ESTADOS quer-se referir a compreensão da génese dos Estados até às suas configurações contemporâneas, enquanto essa análise é relevante para o seu papel como actores do sistema internacional, mas sem esquecer a existência e o papel de outros actores não estatais, como são as cidades, as regiões, as comunidades dispersas, etc.

Daí também a expressão CONSTRUÇÕES, tentando recuperar a história dos modos como se foi formando essa organização política a que chamamos Estado no seio de um vasto quadro de INTERACÇÕES relacionais, designadamente sob a forma clássica da diplomacia, sem prejuízo de prosseguirem alguns projectos de pesquisa sobre questões de soberania e legitimidade, bem como sobre federalismo no quadro europeu.

A grande maioria dos projectos e actividades são desenvolvidos com instituições parceiras, portuguesas e estrangeiras.

PROJETOS COLETIVOS


O Cosmopolitismo como um esforço consciente no desenvolvimento de uma sociedade global aberta e tolerante

Coord. Helena Cristina Marques Nobre. Em parceria com a Universidade de Aveiro (instituição proponente). Projeto submetido ao concurso de Projetos I&D da FCT, refª PTDC/GES-GCE/2723/2020.

 

Identidade Nacional na Globalização: Perceções, Construções e Mudanças

Coord. Luisa Godinho. Parceria com o Instituto da Defesa Nacional. Projeto submetido ao concurso de Projetos I&D da FCT, refª .

 

Sociedades Mediáticas de Língua Portuguesa

Coord. Bruno Reis. Parceria com o Núcleo de Investigação em Práticas e Competências Mediáticas (NIP-COM) da UAL e Universidade Eduardo Mondlane de Moçambique, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo do Brasil e a Universidade de Cabo Verde (UNI-CV).
– Projeto associado ao Doutoramento “Media e Sociedade no Contexto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa” do Departamento de Ciências da Comunicação da UAL.

 

Laboratório Imagem de Portugal no Mundo / Laboratory on the image of Portugal in the world.

Coord. Luisa Godinho.
– Estudo de percepções e opiniões sobre Diplomacia e Diplomatas Portugueses (2019) in Moita, L., Valença Pinto, L. e Pereira, P. (Eds). Estudo da Estrutura Diplomática Portuguesa. Lisboa: OBSERVARE-UAL., 2019.

 

A influência do “boom Latino-Americano” no pensamento político português (1960-1970)

Coord. Nancy Gomes, Ana Maria da Costa Toscano e Isabel Costa Leite. Parceria com a Universidade Fernando Pessoa, Núcleo de Estudos Latino-Americanos e Biblioteca Carlos Fuentes.

 

Fatores e dinâmicas envolvidas no sucesso e insucesso escolar nos cursos de Mestrado em “Relações Internacionais” e em “Estudos da Paz e da Guerra” da UAL

Coord. Ricardo Sousa. Parceria com o Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores (CIDTFF) da Universidade de Aveiro.

 

A influência para a integração regional (MERCOSUL) das mudanças políticas na Argentina e no Brasil

Coord. Filipe Vasconcelos Romão.

 

Cidades e Regiões, Paradiplomacia Portuguesa

Coord. Luis Moita.
– MOITA, L. (Ed.). A internacionalização de Lisboa: paradiplomacia de uma cidade. Lisboa: OBSERVARE-UAL, 2017.
– VERA FERREIRA (2019). “A cooperação transfronteiriça na Eurorregião Galiza-Norte de Portugal” / “Cross-border Cooperation in the Galicia-Northern Portugal Euroregion”. Notes, JANUS.NET e-journal of International Relations, Vol. 10, N.º 1, Maio-Outubro 2019.

 

Estrutura Diplomática Portuguesa

Coords. Luís Moita, Luís Valença Pinto e Paula Pereira. Contributos de 16 especialistas nacionais e que inclui também quatro estudos de opinião.
– Moita, L., Valença Pinto, L. e Pereira, P. (Eds). Estudo da Estrutura Diplomática Portuguesa. Lisboa: OBSERVARE-UAL., 2019.

 

A Relevância das Migrações para a Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável

Coord. Constança Urbano de Sousa. Parceria com o Ratio Legis e co-financiado pelo Camões, ICL.
– URBANO DE SOUSA, C. (ed.). The relevance of migration for the 2030 Agenda for Sustainable Development. The Global Compact for Safe, Orderly and Regular Migration. Lisboa: UAL, 2019.

 

História da Europa: Civilizações e Relações Internacionais

Coord. Alessando Saggioro (La Sapienza d Roma). Parceria com Universita di Roma La Sapienza-Itália (coord.) e Petru Maior University in Tirgu Mures of Romania.
– Projeto associado ao Dottorato in Storia dell’Europa de La Sapienza Università di Roma.

PROJECTOS DE 2013 A 2017


A Comunidade Ibero-Americana
A Diplomacia no Antigo Próximo Oriente
A Diáspora Portuguesa como factor estratégico para a política externa portuguesa
Cidades e Regiões: a paradiplomacia portuguesa
Federalismo, etnonacionalismo e secessionismo na Europa

PROGRAMAS ESTRUTURANTES


Diplomacia de Alianças
Diáspora Portuguesa e Lusofonia
Cidades e Regiões como actores internacionais

INVESTIGADORES


Luís Moita (Coord.)
Alberto Arons de Carvalho
António José Seguro
Bruno Carriço Reis
Carlos Pedro Dias
Célia Quintas
Constança Urbano de Sousa
Daniel Rodrigues
Fernando Amorim
Filipe Vasconcelos Romão
Giuseppe Motta
Hélder Prior
João Henriques
João Paulo Feijoo
José Subtil
Lucas Freire
Luisa Godinho
Marcos Pascotto Palermo
Margarida Calvinho
Maria João Tomás
Mohamed El Masry Badran
Nancy Gomes
Paula Lopes
Paulo Ferreira Gomes
Paulo Vicente
Reginaldo Rodrigues de Almeida
Sofia José Santos
Sofia Santos

Observare 2020 - Todos os direitos reservados

Unidade de Investigação avaliada e financiada pela FCT através do projecto UID/CPO/04155/2019.
Este site foi reestruturado através do financiamento por fundos nacionais da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do Projecto - Refª UID/CPO/04155/2019