Augusto Rogério Leitão

Investigador Doutorado

Jurista (Universidade de Coimbra) e sociólogo (Université Libre de Bruxelles) de formação, Mestre “en droit européen” pela Université Libre de Bruxelles e Doutor em Economia, especialidade “Direito Económico da Comunidade Europeia” pela Universidade de Coimbra.

Há mais de duas décadas que ensina e investiga o direito e a ciência política através da análise de diversas dimensões da integração europeia, especialmente a sua dimensão internacional e a sua dimensão de harmonização social; Professor Associado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (Licenciatura, Mestrado e Doutoramento em Relações Internacionais) e titular da cátedra Jean Monnet “A Europa no Mundo” (aposentado desde Setembro de 2012).

Foi também Professor convidado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (Licenciatura e Mestrado em Estudos Europeus), da Universidade dos Açores, da Universidade Lusíada, da Universidade de Salamanca, da Université Libre de Bruxelles, da Université de Louvain-la-Neuve, do Institut d’études politiques (Sciences Po) de Bourdeaux.

Além disso, entre outras funções, foi advogado (não exerce), Assessor Principal do Tribunal de Justiça da União Europeia (1986-1990), investigador associado e visitante do Institut d’études européennes da Université Libre de Bruxelles e da Université de Louvain-la-Neuve, do CERI do Institut d’études politiques de Paris (Sciences Po), da Chaire Raoul Dandurand da Université du Québec à Montreal (UQAM), da PUC e das Universidades Estadual e Federal do Rio de Janeiro.

Foi também Investigador integrado do ex-Núcleo de Investigação em Ciência Política e Relações Internacionais (NICPRI), centro de investigação da FCT.

Publicações mais recentes

Lacomblez, M. & Leitão, A. R. (2020). O amianto : glórias e tragédias de uma fibra aterradora. Introdução ao dossier. Laboreal, Vol. 16, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.16183

Leitão, A. R. & Lays Helena Paes e Silva Dolivet (2020). 29 de novembro de 2017 : interdição definitiva do amianto no Brasil? Um (longo) processo ainda não encerrado. Laboreal, Vol. 16, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.16217

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Leitão, A. R. & Lays Helena Paes e Silva Dolivet  (2020). 29 de noviembre del 2017 : ¿prohibición definitiva del amianto en Brasil ? Un (largo) proceso todavía no concluido. Laboreal, Vol. 16, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.16231

Lacomblez, M. & Leitão, A. R. (2020). El amianto : glorias y tragedias de una fibra aterradora. Introducción al dossier. Laboreal, Vol. 16, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.16187

Leitão, A,. R. (2019). Portugal, 27 de abril de 1962 : la visibilidad de la tragedia de la silicosi. Laboreal, Vol. 15, Nº 2. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.15330

Leitão, A,. R. (2019). Portugal, 27 de abril de 1962 : a visibilidade da tragédia da silicose. Laboreal, Vol. 15, Nº 2. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.15318

Lacomblez, M & Leitão, A. R. (2018). O regresso ao trabalho após um acidente de trabalho : apresentação do dossier. Laboreal, Vol. 14, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.549

Leitão, A. R. (2016). La Organización Internacional del Trabajo (OIT): casi un siglo de acción en diferentes contextos históricos, Laboreal, Vol. 12, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.3409

Leitão, A. R. (2016). A Organização Internacional do Trabalho (OIT): quase um século de ação em contextos históricos diversos, Laboreal, Vol. 12, Nº 1. DOI : https://doi.org/10.4000/laboreal.3402

OBSERVARE | 2021. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Unidade de Investigação avaliada pela FCT através do projecto UID/CPO/04155/2019. Este site foi reestruturado através do financiamento por fundos nacionais da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do Projecto - Refª UID/CPO/04155/2019