JANUS 2022 – O PAÍS QUE SOMOS, O(S) MUNDO(S) QUE TEMOS

O Anuário Janus celebra 25 anos. É, hoje, a única publicação portuguesa periódica, na área das Relações Internacionais, feita por especialistas para não especialistas. Ao longo deste período, contámos com a colaboração de centenas de autores com formação e experiência diversificadas que demonstram que a nossa área se faz com pluridisciplinaridade. Também trabalhámos em parceria com instituições nacionais e estrangeiras, como o comprova este número, desenvolvido em colaboração com o Ministério da Defesa Nacional.

Depois de uma pandemia que suspendeu o mundo por quase dois anos, no início de 2022, fomos surpreendidos pelo regresso da guerra a larga escala ao continente europeu, com a invasão da Ucrânia pela Federação Russa. A guerra, esse instrumento que julgávamos anacrónico, voltou, assim, ao centro das Relações Internacionais, influenciando os processos político, económicos e sociais e afetando a vida dos cidadãos em quase todo o mundo.

O Anuário Janus 2022, à semelhança de várias edições anteriores, conta com dois capítulos: o primeiro, dedicado à Análise da Conjuntura Internacional, percorre um conjunto de temas e geografias que foram marcando a atualidade nos últimos meses. O segundo capítulo, “O País que somos, o(s) Mundo(s) que temos”, insere-se num projeto homónimo do OBSERVARE, financiado ao abrigo do programa de estímulo à investigação em Segurança e Defesa do Ministério da Defesa Nacional e apoiado pela Cooperativa de Ensino Universitário. 

Finalmente, não podemos deixar de alertar para aquele que é o maior constrangimento de uma publicação como a nossa: o papel não se compadece a voracidade do mundo atual, como bem o comprovam os acontecimentos deste ano. Justamente por isso, o Anuário Janus não pretende ser um espaço de informação, mas, sobretudo, de reflexão e análise.

O Anuário JANUS é publicado desde 1997, numa aposta clara do OBSERVARE e da Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) pela difusão de informação e análise na área das Relações Internacionais escrita especialistas a pensar num público não especialista.

Escondido - NÃO MEXER

Introdução

1. CONJUNTURA INTERNACIONAL (36 artigos)

  1. Impactos Económicos da Pandemia do Covid-19 Henrique Morais
  2. O impacto da Guerra na Ucrânia nas relações UE-Rússia Sandra Fernandes
  3. Global Governance and Regionalism: Opportunity or challenge? Dr. Christian Ploberger
  4. Imaginar a Democracia Global Luísa Godinho
  5. Estratégias multilaterais do Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados Joana Vidal Lopes
  6. Segurança na União Europeia – Dialética entre o externo e o interno Rui Pedro Reis
  7. Cibercrime: breve reflexão sobre Ciberinvestigação em tempo de pandemia Ângelo Garcia Manuel Cambundo
  8. 2021 na (r)evolução do Direito Internacional Fiscal Carla Valério, Mariana Passos Beraldo
  9. O papel do Multilateralismo no Combate à Corrupção Sandra Ribeiro, Amélia Pita-Groz
  10. Entre a redução da pobreza e o aumento da resiliência: Longevidade e paradoxo de uma política pública Teresa Almeida Costa
  11. Práticas mediáticas, riscos e danos. Relações em rede em Cabo Verde, Angola e Moçambique Paula Lopes, Jaime Lourenço
  12. Jornalismo cultural no quadro europeu: transformações e evoluções Jaime Lourenço
  13. O surgimento das criptomoedas – alteração do paradigma económico Pedro Pereira
  14. Tribunal Constitucional polaco em rota de colisão com a UE: o princípio do primado Constança Urbano de Sousa
  15. A instrumentalização de fluxos migratórios como “arma de agressão” à UE Constança Urbano de Sousa
  16. Tecnologia e Segurança da União Europeia Rui Pedro Reis, António Raimundo  
  17. Dimensões de Segurança da União Europeia – Security and Safety Sónia Candeias, Rui Pedro Reis
  18. A natureza da guerra em Cabo Delgado Fernando Jorge Cardoso
  19. A Política Externa personalista de alinhamento automático entre Donald Trump e Jair Bolsonaro Carlos Augusto Martins
  20. A Segurança Pessoal do Presidente Americano. Direito ou obrigação? Carlos Alberto Sousa Magalhães
  21. A Rússia em 2021 Maria Raquel Freire
  22. O Centenário do PCCh Da Nova Democracia ao Socialismo Ecológico António Queirós
  23. Tecnologia 5G – Porque competem USA e China? António Raimundo
  24. A Estratégia da UE para o Indo-Pacífico: o que é e o que não devia ser Luis Tomé
  25. AUKUS: motivações, significados e controvérsias Luis Tomé
  26. South American Voting Patterns in the UNGA and Economic Dependence on China Lorenzo Termine, Carlo Catapano, Alessandro Vesprini
  27. As Lutas e Desafios das Mulheres e Crianças Afegãs Mariana Jesus
  28. O ano que os talibãs regressaram ao poder General Carlos Branco
  29. A navegar entre gigantes o Sudeste Asiático e o hedging Nuno Canas Mendes
  30. A atual Crise Energética – dos EUA à Ásia, incidindo na União Europeia José Manuel Félix Ribeiro, Catarina Mendes Leal
  31. Political communication in the consolidtion of Portuguese contemporary democracy Francisco Carvalho Vicente, Paulo Carvalho Vicente
  32. Energy, Environment and COP26 Giuseppe Ammendola
  33. Inovação e consolidação do espaço ibero-americano: as Multilatinas em Portugal Nancy Gomes, Mattia G. Barbera
  34. Una nueva y diferente Guerra Fría Mariano Aguirre
  35. A Grã-Rússia e a lógica imperial Luís Lobo-Fernandes
  36. O ocaso da V República? Filipe Vasconcelos Romão
  37. Reflexões sobre um novo Conceito Estratégico da NATO Luís Valença Pinto

2. O PAÍS QUE SOMOS, O(S) MUNDO(S) QUE TEMOS (17 artigos)

  1. A inserção multilateral do país Luís Moita
  2. Pensando o Conceito Estratégico de Defesa Nacional Luís Valença Pinto
  3. Transição energética e ação climática: uma nova realidade na estratégia de Segurança e Defesa Nacional Eduardo Caetano de Sousa
  4. Revisão da Estratégia de Defesa Nacional: enquadramentos geopolíticos Fernando Jorge Cardoso
  5. A América Latina no roteiro para o Conceito Estratégico de Defesa Nacional Nancy Elena Ferreira Gomes
  6. Tecnologia, segurança e sociedade: desafios para o futuro estratégico de Portugal Bruno Oliveira Martins
  7. Conceito Soberania Nacional António José Seguro
  8. A estratégia que definimos no contexto das alianças e parcerias euro-atlânticas Patrícia Daehnhardt
  9. A revisão do Conceito Estratégico de Defesa Nacional, África e o Golfo da Guiné Ricardo Real P. de Sousa
  10. Realidade atlântica e especificidade estratégica ou como situar melhor os interesses nacionais: cinco vetores e uma conclusão Luís Lobo-Fernandes
  11. O Nexo Segurança Externa-Interna: Da Estratégia à Operacionalização Ana Paula Brandão
  12. O Desafio Digital Pedro Duarte
  13. Ambiente, alterações climáticas e subida do nível do mar na revisão do Conceito Estratégico de Defesa Nacional Patrícia Galvão Teles
  14. Portugal na Europa e no mundo: a força do multilateralismo Sandra Fernandes
  15. As organizações internacionais e o multilateralismo: vetores estratégicos da inserção externa portuguesa Daniel Cardoso
  16. CEDN 5.0: modernização, capacitação e prontidão Sónia Sénica
  17. De que vale pensar no amanhã que temos…!? Ana Isabel Xavier

DIRECÇÃO EDITORIAL

Director: Luís Tomé
Subdirectores: Filipe Vasconcelos Romão e Luísa Godinho
Número de registo no ICS: 120525
ERC: 120 525