Artur Victoria

 

Artur Victoria nasceu no Porto, Portugal em Março de 1952. Obteve a licenciatura em Direito na Universidade de Lisboa. Tornou-se um advogado após estágio (1976). Foi o conselheiro e advogado da Associação dos Proprietários do Norte de Portugal. Com a experiência aí adquirida escreveu cinco livros sobre arrendamento (editados pela Porto Editora).

 

Artur Victoria foi um dos fundadores da Fundação Luso Internacional, em 1986, tornando-se seu presidente até 2000 mantendo agora o título de presidente honorário. Sob a sua orientação e conhecimento pedagógico fundou o CLIP – Colégio Luso Internacional do Porto, uma escola particular, atualmente com 700 alunos e delegações em Braga e Marinha Grande.

 

Convidado pela Ordem dos Advogados foi desde 1985 até 1990 professor de estagiários para avaliação final na Ordem dos Advogados. Ele fez o curso de Formação Profissional Europeu para Professores e Formadores. Em 1990, Artur Victoria foi eleito conselheiro da Ordem dos Advogados.

 

Neste ano de 1990, terminou o curso de Defesa Nacional, com diploma do Instituto de Defesa Nacional - Lisboa.

 

Artur Victoria, advogou e teve escritório de advogados até 1999. Entre os seus clientesestão identificados: Associação Empresarial do Norte, Soporcel, ECOP e outras empresas de relevo nacional.

 

Foi eleito presidente do Instituto de para a Cultura e Ciência Jurídica Luso - Brasileira em 1992, mantendo atualmente esta posição.

 

Em 1996 foi convidado para representar em Portugal a ONG Transparência Internacional, de que foi o representante Português até 1998.

 

De 1998 até 2004 trabalhou para a ONG Tiri - Integridade, sendo o coordenador de ações de formação na adminitração pública para os países de língua portuguesa.

 

Nestes anos foi também presidente da Federação Cultura Portuguesa, coordenando e dirigindo uma coleção de livros sobre cidadania.

 

Em 2004 foi nomeado pela direção da ADESG - Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra - Brasil, seu representante para a Europa, a posição que detém.

 

Artur Victoria é também o representante para Portugal da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria da América do Sul.

 

Artur Victoria está atualmente envolvido em diversos projetos nas áreas de cidadania e relações entre os governos ea sociedade civil em países de língua portuguesa.

 

Tem também mais de 500 artigos em inglês e português publicados na internet.

 

Desde 1994 até ao momento tem proferido conferências a convite de entidades públicas e privadas.

 

 

hotlink_Anuario
 

hotlink_eJournal