PAULO VICENTE

 

Habilitações académicas

Doutoramento em Ciência Política na Universidade Nova de Lisboa (2012), na especialidade de Instituições e Processos Políticos. Licenciatura em História na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2004); Licenciatura em História, Ramo de Formação Educacional, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2005);

Principais áreas de investigação

integração europeia; instituições e processos políticos; história contemporânea; história e teoria das relações internacionais; culturas ameaçadas. 

Experiência profissional e académica

Professor convidado no Instituto Superior D. Dinis (ISDOM). Bolseiro de doutoramento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (2007-2010); investigador do CIDLeS e do Observatório Político; participação em colóquios nacionais e internacionais; docente em cursos de curta duração em Portugal e no estrangeiro. Colaborador no Centro de História da Cultura da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2007-2012). Estágio em ramo de formação educacional (2004/2005);   

 

Publicações mais relevantes

- «Mais integração? O federalismo na construção europeia», in Debater a Europa, nº16 (Fenómenos de Integração Regional: Os Casos da União Europeia e o Mercosul), Jan-Jun 2017, pp.9-26.

- Vera Ferreira, Ilona Schulze, Paulo Carvalho Vicente, Peter Bouda, Dicionário Bilingue Piação – Português, Minde, Centro Interdisciplinar de Documentação Linguística e Social (CIDLeS), 2015. (478 pp.).

- Francisco Carvalho Vicente, Paulo Carvalho Vicente, and Vera Ferreira, «Candidates’s communication strategies in two televised debates during the 2011 Portuguese presidential campaign: A political-linguistic approach». In Revista Portuguesa de Ciência Política, n.º5, 2015, pp.183-200. 

- «O impasse político na questão cipriota», in Janus 2015-2016. Anuário de Relações Exteriores, nº17, Lisboa, Observare, Observatório de Relações Exteriores, Universidade Autónoma de Lisboa, 2015, pp.66-67.

- «Integração europeia, federalismo e o lugar de Portugal (1960-2002)». In JANUS.NET, e-journal of International Relations, vol. 4, n.º 1 (Maio-Outubro 2013), pp. 30-48.

«Federalismo europeu: Sentido, Alcance e o Lugar de Portugal», Working Paper #7, Observatório Político, publicado em 15/2/2012, URL: www.observaoriopolitico.pt (8 pp.).

- Mário Melo Ribeiro, Paulo Carvalho Vicente, «Uma república prepara-se: da discussão à acção política», in Cristina Montalvão Sarmento, Lúcia Maria Paschoal Guimarães (coords.), Culturas Cruzadas em Português. Redes de Poder e Relações Culturais (Portugal-Brasil, séc. XIX-XX), vol.2 («Influências, Ideários, Periodismo e Ocorrências»), Coimbra, Almedina, 2012, pp.155-181.

- Aqui sopram os ventos da Europa. Os governos portugueses perante o federalismo e a integração europeia (1960-2002). Tese de Doutoramento em Ciência Política. Lisboa, FCSH-UNL, 2011. (584 pp.).

- «Adolfo Casais Monteiro: o percurso errante de um homem de cultura», in Cristina Montalvão Sarmento, Lúcia Maria Paschoal Guimarães (coords.), Culturas Cruzadas em Português. Redes de Poder e Relações Culturais (Portugal-Brasil, séc.XIX-XX), vol.1 («Instituições, Diplomatas, Intelectuais e Movimentos»), Coimbra, Almedina, 2010, pp.243-269. 

- Francisco Vicente, Paulo Vicente, Vera Ferreira, «O que sabemos da Europa? As eleições europeias e os debates televisivos em Portugal (2009). Uma abordagem linguístico-política», in Augusto Soares da Silva, José Cândido Martins, Luísa Magalhães, Miguel Gonçalves (orgs.), Comunicação, Cognição e Media, vol.1, Braga, Aletheia/Universidade Católica Portuguesa, 2010, pp.589-603. 

- «Aqui sopram os ventos da Europa. Portugal, a integração e o federalismo europeu (1960-2002)», in Revista Portuguesa de Ciência Política, n.º0, 2010, pp.87-90. 

 

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

 

 

 

hotlink_Anuario
 

hotlink_eJournal