A PROMOÇÃO DOS DIREITOS LGBTI NO ESTRANGEIRO: UMA VISÃO GERAL DAS EXPERIÊNCIAS DA UE E DOS EUA


Texto completo PDF

Artem Patalakh
email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Doutorando em Estudos Políticos na Università degli Studi di Milano (Milão, Itália). Os seus interesses de investigação incluem teoria das Relações Internacionais, a política externa da Rússia e da UE, o poder suave, e a promoção de ideias de valores nas Relações Internacionais. Tem uma licenciatura e um mestrado em Estudos Regionais pela Universidade MGIMO (Moscovo, Rússia)



Resumo


O presente artigo problematiza a incorporação da promoção dos direitos LGBTI nas políticas externas dos EUA e da UE. Em primeiro lugar, examina os principais documentos, discursos e políticas dos dois atores sobre à promoção dos direitos LGBTI no estrangeiro, e as semelhanças e diferenças entre as abordagens de ambos, atendendo às tendências da sua evolução e desenvolvimento contínuo. Em segundo lugar, o artigo analisa as condições internas nos países alvo que são propícias ao sucesso e ao fracasso do apoio internacional aos direitos LGBTI. Finalmente, o estudo apresenta uma visão crítica das medidas que são consideradas necessárias para aumentar a eficiência da promoção dos direitos LGBTI em países com tendências atuais mais negativas e/ou com historiais mais pobres sobre os direitos LGBTI.



Palavras-chave


Política externa da UE, promoção dos direitos humanos, homonacionalismo, homofobia, direitos LGBTI, casamento entre pessoas do mesmo sexo, política externa dos EUA



Como citar este artigo

 

DOI: https://doi.org/10.26619/1647-7251.8.2.6 



Artigo recebido em 29 de Fevereiro de 2016 e aceite para publicação em 7 de Maio de 2017