A DECISÃO DE YANUKOVICH DE ADIAR A ASSINATURA DO ACORDO COM A UE, UMA ANÁLISE POLIHEURÍSTICA


Texto completo PDF

Susana Abelho
email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.


Tenente-Coronel da Força Aérea no Instituto Universitário Militar, na Área de Ensino de Estratégia (Portugal). Licenciada em Engenharia Aeronáutica pela Academia da Força Aérea e Mestre em Gestão pelo Instituto Superior de Economia e Gestão, detém Pós-Graduação em Estudos da Paz e da Guerra nas Novas Relações Internacionais pela Universidade Autónoma de Lisboa.



Resumo


A decisão do Presidente Yanukovich de adiar a assinatura do Acordo de Associação e o Deep and Comprehensive Free Trade Agreement com a União Europeia despoletou uma forte reação na sociedade ucraniana. Uma das consequências da crise que assim teve início foi o afastamento do próprio presidente. O que terá conduzido Yanukovich a adiar a assinatura do acordo com a União Europeia? Na procura da resposta a esta questão orientadora, recorreu-se à teoria Poliheurística, à luz da qual se analisou este processo de decisão em duas etapas. Numa primeira em que se identificou que a opção a não selecionar era a assinatura do acordo com a UE, tendo-se analisado as ameaças que internamente conduziram a esta decisão. Yanukovich considerou que a sua sobrevivência no poder não estava em causa e procurou resolver o problema financeiro da Ucrânia no imediato, valorizando os problemas que os industriais do sudeste do país estavam a viver com os bloqueios comerciais russos e evitando as reformas estruturais essenciais no seu país. Embora a decisão já estivesse identificada, analisou-se como esta maximizava as vantagens e minimizava as desvantagens, o que correspondeu à segunda etapa da análise. O ter menosprezado a mobilização cívica e política dos ucranianos, o ter considerado que podia estabelecer conversações com a União Europeia e a Rússia em simultâneo e o ter valorizado as necessidades de financiamento imediatas, responde à questão inicialmente colocada, ou seja, o que levou Yanukovich a adiar a assinatura do acordo.



Palavras-chave


Ucrânia; Rússia; União Europeia; Teoria Poliheurística; Financiamento



Como citar este artigo


Abelho, Susana (2017). "A decisão de Yanukovich de adiar a assinatura do acordo com a UE, uma análise Poliheurística". JANUS.NET e-journal of International Relations, Vol. 8, N.º 1, Maio-Outubro 2017. Consultado [online] em data da última consulta, http://hdl.handle.net/11144/3034



Artigo recebido em 3 de Outubro de 2016 e aceite para publicação em 24 de Fevereiro de 2017